Pub

Aos comandos de uma KTM, Ruben Faria terminou a prova em grande estilo, ao ganhar a 14ª e última etapa, beneficiando da penalização de 15 minutos imposta ao chileno Francisco Lopez, também em KTM, que tinha o tempo mais rápido na chegada a Santiago e terminou no terceiro lugar do pódio.

Ruben Faria, que completou em 1:43.06 horas os 346 quilómetros cronometrados entre La Serena e Santiago, tornou-se o melhor português de sempre na prova, melhorando o terceiro lugar conquistado por Hélder Rodrigues nos dois últimos anos.

Despres, colega de equipa de Ruben Faria na KTM, sagrou-se virtual campeão do Dakar pela quinta vez, depois dos sucessos em 2005, 2007, 2010 e 2012.

“Hoje o que me apetece dizer é: nada mau para um aguadeiro”, disse Ruben Faria, resignando-se ao posto de número dois, numa equipa em que Despres era o chefe de fila incontestado.

Redação com Lusa

Pub