Pub

"Não tem sido fácil, pelas lesões e castigos, mas vamos fazer tudo ao nosso alcance para conseguir um bom resultado na Luz. Claro que isso vai implicar uma grande entrega dos jogadores, temos de nos superar e ir ao limite das nossas capacidades para trazer um resultado positivo, que passa por pontuar", afirmou Sérgio Conceição, na conferência de imprensa de antevisão à partida.

O técnico, ainda com a derrota com o Paços de Ferreira (2-1), no último domingo, para a Taça de Portugal, "para engolir", não tem "a menor dúvida" de que os jogadores vão estar à altura do desafio, pedindo-lhes "atitude competitiva e entrega" para conseguir "ombrear com uma equipa com tanta qualidade como é o Benfica".

Comparando a realidade dos dois conjuntos, Conceição frisou que um jogador do adversário "paga 15 a 20 anos de orçamento" do Olhanense, realçando que, "apesar de muita gente pensar que a vitória do Benfica é um dado adquirido", isso não corresponderá à verdade no campo.

"Obviamente, não sou maluco para afirmar que as coisas vão ser fáceis. Vamos ser atrevidos e meter em campo intensidade, agressividade, no bom sentido da palavra, vamos ser coesos, compactos a defender e venenosos a atacar", receitou.

O técnico dos algarvios não espera ver um Benfica "desconcentrado" e a pensar no encontro com o Barcelona, para a Liga dos Campeões: "Os seus jogadores estão habituados a provas internacionais e não vão confundir as coisas."

Salientando que "seria demagogia dizer que não ficaria satisfeito com o empate no campo de um dos líderes", Conceição referiu que, para isso, não será preciso jogar com o "autocarro" à frente da baliza.

"Aqui não há autocarros. Há que ter consciência do que podem fazer as equipas pequenas quando defrontam equipas grandes. É normal que o bloco esteja mais baixo, mas a posse de bola não é tudo. O que conta são os resultados e, por vezes, ganha-se com menos posse de bola", afirmou.

Sobre a situação de Tiago Targino, que mereceu fortes críticas suas por ter sido expulso no jogo com os pacenses, Sérgio Conceição deixou entender que continuará a contar com ele.

"O presidente já disse, e muito bem, que conta com o Targino, pois é um ativo do clube e todos nós contamos com ele. Apesar de situações que fazem parte das condutas e regras do clube, isso não quer dizer que esteja fora ou seja vendido. Se vai jogar? Depende dos outros alas, se estiverem em forma ou não", concluiu.

O Benfica, que partilha com o FC Porto a liderança do campeonato, ambos com 23 pontos, recebe sábado o Olhanense, nono classificado, com dez pontos, em encontro marcado para o Estádio da Luz, às 20:30, com arbitragem de Rui Silva (Vila Real).

Lusa
Pub