Pub

"De certeza que vão existir coisas diferentes, senão não estava aqui a fazer nada. Há coisas que mudei e que quero mudar. Numa semana, não se tem muito tempo para incutir na equipa aquilo que se quer", disse o técnico, na antevisão à partida de domingo.

Sérgio Conceição sublinhou que a "a mensagem" do que pensa "ser o melhor" para a equipa "foi passada e bem aceite".

"O que vai mudar? Vão ver domingo", prometeu o novo técnico do Olhanense, que se estreará oficialmente no Estádio dos Barreiros, uma semana depois de ter substituído Daúto Faquirá no cargo.

O responsável garante que a equipa vai lutar pelos três pontos: "Não digo isto por ser politicamente correto, digo-o com a convicção de que vou lá para ganhar. Essa é a mensagem transmitida aos jogadores. Não vai ser fácil, mas vamos convictos do que podemos fazer", assumiu.

Conceição reconheceu que "é muito difícil numa semana criar regras, disciplina e rigor, trabalhando diariamente em função da equipa, mas também em função do próximo adversário”, tentando-se por isso “abreviar os tempos, para que a adaptação seja o mais rápida possível".

Sobre a relação com os jogadores e o facto de ter tido uma carreira importante como jogador, o treinador do Olhanense sublinhou que existe "respeito mútuo".

"Eles não têm de me olhar como um ídolo, mas sim como um líder, como o treinador da equipa. Eles têm um conhecimento daquilo que fui como jogador, mas, principalmente, quero que tenham uma opinião positiva daquilo que sou como treinador", disse.

Questionado sobre o Marítimo e sobre Baba, o melhor marcador do campeonato, com nove golos, Sérgio Conceição não se mostrou muito preocupado: "Nunca nenhum adversário me tirou o sono", assinalou.

"Há sempre respeito e nunca falo deles individualmente. O Baba faz parte de uma equipa equilibrada, perigosa e com jogadores muito rápidos na frente. Vai ser um jogo muito difícil", concluiu.

Com nove jogadores lesionados, o reforço Vasco Fernandes ainda indisponível por não ter sido inscrito e o chileno Figueroa de saída, Sérgio Conceição convocou os 18 jogadores disponíveis.

O Marítimo, quinto classificado, com 22 pontos, recebe domingo, às 16:00, o Olhanense, décimo classificado, com 14 pontos, em jogo que será arbitrado por Rui Silva, de Vila Real.

Lusa
Pub