Pub

Em nota de imprensa enviada à agência Lusa, a Câmara de Lagos (PS) adianta que o vereador, em regime não permanente e sem pelouros atribuídos, "renunciou ao mandato por razões de natureza pessoal e familiar".

O pedido de renúncia de Carlos Albuquerque foi apresentado no dia 03 de janeiro, tendo Paulo Morais sido sido chamado a ocupar o lugar, seguindo a ordem da lista apresentada pelo PS nas eleições autárquicas de 2009.

Carlos Albuquerque é o segundo elemento eleito pelo Partido Socialista a abandonar o executivo autárquico, depois da vice-presidente Joaquina Matos ter renunciado ao mandato em setembro de 2011.

Joaquina Matos encabeça agora a lista do PS para as eleições autárquicas deste ano.

Também o vereador do PSD, Nuno Marques, abandonou o executivo de Lagos, ao suspender o mandato em abril de 2012, para assumir as funções de vice-presidente na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve.

Lusa

Pub