Pub

BasquetebolO Benfica, detentor de um troféu que já arrebatou em 10 ocasiões, apresenta-se sábado como favorito à conquista da Supertaça de basquetebol, frente a um Vitória de Guimarães à procura da primeira vitória na prova, em Albufeira.

Bicampeão nacional em título, o conjunto comandado por Carlos Lisboa chega ao jogo após o inesperado desaire por 85-79 face ao Sampaense, nas meias-finais do Troféu António Pratas, prova em que os detentores da Taça nem chegaram às meias-finais, face a um desaire por 69-65 com o Maia Basket, na fase inicial.

Também por isso, as duas equipas querem vencer, sendo que está igualmente bem presente a última final entre ambos, o expressivo triunfo dos vimaranenses por 100-81, no embate que decidiu a Taça da época passada, a 17 de março, em Fafe.

“Esta Supertaça é já bastante importante e acho que uma equipa boa, como a nossa, não perde duas vezes seguidas e é isso que vamos tentar. Queremos jogar melhor, vencer e trazer o troféu para a Luz”, sintetizou à Benfica TV o base “encarnado” Diogo Carreira.

Com um plantel renovado, face às saídas de Lace Dunn, Ricky Franklin, Heshiumu Evans, Elvis Évora e Miguel Minhava e às entradas de Jobey Thomas, David Weaver e Mário Fernandes, o Benfica vai tentar conquistar o troféu pela quarta vez em cinco anos, após triunfos sobre Académica, FC Porto e Ovarense.

Aos vimaranenses, o Troféu António Pratas também não correu bem: “Perder nunca é benéfico e, no Vitória, o importante é sempre ganhar, mas temos consciência que esta paragem deu-nos mais tempo para nos concentrarmos na Supertaça”, disse Paulo Cinha, ao sítio oficial da Federação Portuguesa de Basquetebol.

Face aos “encarnados”, o treinador Fernando Sá poderá estrear o norte-americano Temi Adebayo, um dos reforços da equipa, juntamente com Anthony Meier, João Balseiro, João Guerreiro, Pedro Pinto e Miguel Torreira, substitutos de Ivan Almeida, Charles Swiggett, James Robert e Dain Swetalla.

“É normal que o Benfica queira limpar a sua honra, mas não penso que isso seja uma vantagem ou desvantagem para nós. É um jogo que as duas equipas querem muito ganhar e acho que resultados passados não vão ser importantes nesse jogo”, explicou.

Quanto a favoritismo, Paulo Cunha acredita que, num jogo, Fernando Sá pode “surpreender o adversário”: “Se fizermos o que o treinador pedir e sem faltas de concentração, de certeza que conseguiremos conquistar esse troféu, mesmo sabendo que, como no ano anterior, o Benfica é uma equipa bastante forte”.

O Benfica, vencedor de 10 edições, e o Vitória de Guimarães, derrotado na única presença (em 2008), disputam a 29.ª edição da Supertaça de basquetebol no sábado, a partir das 17:00, no Pavilhão Municipal de Albufeira.

Pub