Pub

Numa partida com uma ponta final emotiva, em que a sorte e os erros atacantes do Belenenses acabaram por beneficiar os campeões nacionais – terminaram com apenas cinco elementos –, foi preciso recorrer ao prolongamento para se conhecer o vencedor.

O FC Porto entrou melhor no jogo e facilmente chegou aos 3-0, beneficiando de alguma apatia da turma do Restelo, que só a partir dos seis minutos de jogo, mostrou alguma concentração defensiva, aproveitando o contra-ataque, para reduzir a dois tentos (4-2) a diferença, com golos de Elledy Semedo.

No entanto, a reacção da turma de João Florêncio foi insuficiente para contrariar a superioridade dos "dragões" que chegaram ao intervalo com uma vantagem de dois golos (14-12).

No segundo período, ao apresentar um bloco defensivo mais consistente e com o guarda-redes em evidência, o Belenenses esteve bem melhor, obrigando os "portistas" a cometerem erros atacantes, e aproveitou para em contra-ataque reduzir a diferença no marcador e igualar aos 42 minutos (18-18).

O Belenenses demonstrava então, capacidade de virar o marcador a seu favor, mas dois erros da dupla de arbitragem – com dualidade na apreciação das faltas atacantes -, contribuíram para que o FC Porto voltasse para a frente do marcador, e à entrada para os derradeiros cinco minutos, vencia por 24-21.

Contudo, com uma ponta final de esforço, os "azuis" do Restelo tiveram forças para reagir e igualaram (24-24), a minuto e meio do tempo regulamentar obrigando ao prolongamento para se conhecer o vencedor da Supertaça.

No tempo suplementar, com uma vantagem conseguida no primeiro minuto, através de um livre de sete metros, o FC Porto manteve a liderança, gerindo o marcador até final da partida.

No final, o técnico portista, Ljubomir Obradovic, considerou a "partida muito difícil", diante de um adversário jovem mas que pratica um bom andebol.

O treinador do Belenenses disse que "a imaturidade dos seus jogadores" marcou a diferença entre os dois conjuntos, factor que foi decisivo para o desfecho, uma vez que a equipa "cometeu vários erros de pormenor, que estiveram na base da derrota".

Pub