Pub

O campeão nacional sentiu mais dificuldades do que seria expetável, mesmo tendo pela frente um adversário altamente moralizado pela recente vitória por 2-1 em Alvalade, sobre o Sporting, em jogo da 18.ª jornada da Liga.

O golo que decidiu a partida surgiu somente aos 81 minutos, num remate de fora da área, com o pé esquerdo, de Mariano Gonzalez, que fez a bola embater no poste antes de entrar na baliza do guarda-redes Ricardo.

A Académica confirmou a boa exibição de sábado Alvalade, dando forte réplica ao FC Porto, e chegando a assustar ao criar duas ou três boas oportunidades de golo.

Na terça feira à noite ficou conhecido o primeiro finalista da Taça da Liga, o Benfica, que foi a Alvalade golear o Sporting por 4-1, com golos de David Luiz, Ramires, Luisão e Cardozo, cabendo a Liedson o golo solitário dos “leões”.

O Benfica é o atual detentor do troféu, que conquistou batendo o Sporting numa final marcada pela polémica arbitragem de Lucílio Baptista, que assinalou uma grande penalidade inexistente contra o Sporting, nos últimos minutos, por alegada mão na bola de Pedro Silva, quando este dominou a bola unicamente com o peito.

Esse erro do árbitro permitiria ao Benfica empatar a um golo a partida e aceder à marcação de grandes penalidades, nas quais levou a melhor e arrecadou o troféu.

Lusa

Pub