Pub

A equipa de José António Silva estava em situação de desvantagem ao intervalo, mas uma segunda parte de grande qualidade permitiu a reviravolta e garantiu-lhe o segundo troféu da temporada, depois de ter ganho a Supertaça em Portimão, também no Algarve.

Na primeira parte, o Benfica, cuja última vitória na Taça de Portugal tinha sido em 1987, só esteve em vantagem no minuto inaugural. Depois do golo de Carlos Carneiro, o Madeira SAD aproveitou duas exclusões nos “encarnados” (Rui Silva e Carneiro) para conquistar uma vantagem de dois golos.

Os madeirenses foram mantendo a vantagem, mas o Benfica foi reagindo aos poucos, chegando ao empate à passagem dos dez minutos de jogo, embora não tenha aproveitado esse ascendente para desequilibrar.

Algumas desconcentrações defensivas dos “encarnados” e a superior prestação do guardião do Madeira SAD, Telmo Ferreira – que acumulou 14 defesas na primeira parte –, permitiram à equipa insular colocar-se de novo no comando.

Na sua melhor fase, e com muitas jogadas concretizadas em contra-ataque, os madeirenses foram elevando a contagem, que atingiu um máximo de quatro golos em várias ocasiões, a última delas em 14-10.

Nos dois últimos minutos da primeira parte, o Benfica voltou a responder da melhor forma, saindo para o intervalo com dois golos de desvantagem, situação que anulou cinco minutos após o reatamento (16-16).

O Benfica colocou-se depois em vantagem, abrindo caminho a uma segunda parte de grande equilíbrio, com várias igualdades e diferenças mínimas sempre a favor dos lisboetas, nos quais Ricardo Candeias se mostrava em bom plano na baliza.

A cinco minutos do final, a turma de José António Silva aumentou a diferença para dois golos e a defesa do guardião benfiquista a um livre de José Coelho na linha de sete metros, dois minutos depois, deixou o vencedor do jogo definido.

Jogo no Pavilhão Municipal de Tavira.

Benfica – Madeira SAD, 29-25.

Ao intervalo: 12-14.

Sob a arbitragem da dupla formada por Eurico Nicolau e Ivan Caçador, as equipas alinharam e marcaram:

– Benfica: Ricardo Candeias (João Ferreirinho), David Tavares (6), João Lopes, Nuno Roque (1), Carlos Carneiro (7), Rui Silva (4), Pedro Graça, Cláudio Pedroso (4), José Costa (4), João Pais (2), António Areia e Milan Vucicevic (1).

– Madeira SAD: Telmo Ferreira (Luís Carvalho), Gustavo Castro (1), Gonçalo Vieira (5), Mário Costa, João Nuno (1), Nuno Silva, José Coelho (8), Daniel Santos (2), João Ferraz (4), Luís Marques (2), Leandro Nunes (1) e Mauro Aveiro (1).

Lusa

Pub