Inicio | Economia | Trabalhadores da Litográfica do Sul manifestam-se contra fecho da empresa em VRSAntónio

Trabalhadores da Litográfica do Sul manifestam-se contra fecho da empresa em VRSAntónio

Litografica_sulOs trabalhadores da Litográfica do Sul, em Vila Real de Santo António, vão concentrar-se frente à empresa, na sexta-feira, em protesto contra o eventual encerramento e despedimento coletivo de cerca de 40 pessoas, anunciou fonte sindical.

“Sabemos que essa intenção de encerramento foi comunicada por telefone a trabalhadores pela administração e que esta não tem respondido aos pedidos de reunião feitos pelo sindicato”, disse à agência Lusa fonte do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul (SITE-Sul).

O dirigente do SITE-Sul acrescentou que o sindicato espera pela reunião que a administração tem previsto realizar com os trabalhadores na sexta-feira para perceber o que está em causa e se os cerca de 40 trabalhadores da empresa vão ser alvo de despedimento coletivo.

A concentração de trabalhadores à porta da sede da Litográfica do Sul está marcada para as 12:00 e a manifestação será feita em “protesto contra a intenção da administração de proceder ao seu encerramento”, anunciou o sindicato em comunicado, apelando à participação da população de Vila Real de Santo António em “solidariedade com os trabalhadores”.

A 26 de fevereiro, António Hilário, do SITE-Sul, tinha dito que os trabalhadores da empresa estavam com salários em atraso desde janeiro e aguardavam por uma resposta da administração para saberem os motivos da falta de pagamento.

A Câmara de Vila Real de Santo António também se reuniu com representantes dos trabalhadores da Litográfica do Sul para “perceber quais podem ser as consequências sociais” de um possível encerramento da empresa, disse hoje a vice-presidente.

Conceição Cabrita confirmou à Lusa que se reuniu com os trabalhadores depois ter tido conhecimento de que a administração tinha previsto falar com eles na sexta-feira e fazer uma comunicação e considerou que um eventual encerramento seria “prejudicial para o concelho”.

“Face ao que se ouvia sobre este assunto, decidi que devia reunir com um grupo de trabalhadores, designado pelos próprios funcionários, para perceber o que está em causa socialmente. Trata-se de uma das empresas mais antigas do concelho e um encerramento seria muito prejudicial para pessoas que já têm cerca de 30 anos de serviço na empresa e para as suas famílias”, disse a vereadora à Lusa.

Também a Assembleia Municipal (AM) de Vila Real de Santo António aprovou, por unanimidade, em fevereiro, uma proposta de resolução da CDU a solicitar a intervenção da câmara e do Governo para a “salvaguarda dos postos de trabalho na Litográfica do Sul”.

O órgão municipal considerou que “a Litográfica do Sul tem uma importância fundamental para o concelho” e pediu por isso a intervenção política para “apoiar a empresa, caso esta venha a necessitar, para prosseguir a sua atividade”.

A Lusa tentou obter uma reação da administração da empresa, mas sem sucesso.

Verifique também

Guadiana ficará navegável até ao Pomarão no final deste mês

A navegação em segurança no rio Guadiana entre a barra de Vila Real de Santo …

Folha do Domingo

GRÁTIS
BAIXAR