Pub

"O trabalho do treinador está feito durante a semana. As palavras do treinador são as minhas e ele estará de volta rapidamente", afirmou o técnico Jorge Rosário, que fez a antevisão da partida, face à suspensão de Sérgio Conceição, expulso no final da derrota frente ao Rio Ave (2-0), na última jornada.

Este elemento da equipa técnica algarvia, antigo adjunto de Fernando Santos, recordou já ter vivido situações semelhantes com o atual selecionador da Grécia, a última das quais num “derby” de Salónica, entre o PAOK e o Aris.

"Não é uma situação virgem e essa experiência também ajuda", acrescentou o adjunto, que antevê uma partida "extremamente difícil" diante do Feirense.

Para Jorge Rosário, o objetivo principal do Olhanense será "pontuar, se possível conquistando os três pontos mas conseguindo, pelo menos, um ponto".

"O Feirense ocupa uma posição na classificação [14.º] que, para mim, pelo valor que tem, não é a real, e por isso é um jogo fundamental para eles. São duas equipas muito iguais e prevalecerá quem estiver melhor em campo nesse dia", afirmou.

O treinador adjunto frisou ainda que a equipa técnica "tem trabalhado e alertado" os jogadores para a falta de concentração que tem originado golos sofridos nos minutos iniciais dos últimos encontros, um aspeto focado por Sérgio Conceição no final do último jogo.

O Feirense, 14.º classificado com 15 pontos, recebe o Olhanense, oitavo com 21, no domingo, às 16:00, no Estádio Marcolino de Castro, com arbitragem de Artur Soares Dias, do Porto.

Lusa

Pub