Pub

Nas últimas eleições, em 2009, o candidato vencedor foi João Guerreiro, com 21 votos dos membros do Conselho Geral, e que concorreu a par com Rodrigo Magalhães (4 votos), diretor da Kuwait-Maastrischt Business School e de Helena Pereira (7 votos), vice-reitora da Universidade Técnica de Lisboa

O Conselho Geral da Universidade do Algarve na altura era presidido por Fernando Ulrich, presidente do BPI

O atual Conselho Geral da UAlg é presidido por Luís Magalhães, antigo presidente da Fundação para a Ciência e Tecnologia e da Agência para a Sociedade do Conhecimento

Na nova composição do Conselho Geral da UAlg está também Alfredo da Costa, sociólogo, ex-ministro e atual presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz, João Goulão, presidente do Observatório Europeu da Droga e Toxicodependência, Rui Vieira Nery, musicólogo e antigo secretário de Estado da Cultura e Sandra Correia, administradora da empresa algarvia de cortiça Pelcor, distinguida com o Troféu de Melhor Empresária da Europa 2011 pelo Parlamento Europeu

O professor universitário e deputado José Canavarro, o professor da Universidade de Huelva Alfonso Vargas, o presidente da Associação Empresarial da Região do Algarve Vítor Neto, o ex-presidente da CCDR/Algarve Campos Correia são outros elementos do Conselho Geral

é ao Conselho Geral que compete a nomeação do reitor, assim como definir a estratégia de desenvolvimento da instituição universitária e decidir sobre todos os aspetos relacionados com a gestão da universidade

Ao reitor cabe apresentar propostas ao Conselho Geral sobre o plano e relatório anuais de atividades, sobre o orçamento da academia, incluindo a afetação de recursos pelas suas diferentes estruturas, apresentar as linhas gerais de orientação da instituição no plano científico, pedagógico, cultural, financeiro e patrimonial ou como se deve atuar no caso de propinas devidas pelos estudantes

O próximo reitor, que será eleito pelo Conselho Geral para um mandato de quatro anos, ficará incumbido, entre outras competências, de aprovar a criação, suspensão e extinção de cursos, atribuir apoios aos estudantes no quadro da ação social escolar, aprovar a concessão de títulos ou distinções honoríficas ou instituir prémios escolares

Ao cargo de reitor podem candidatar-se professores ou investigadores da UAlg ou de outras instituições de ensino universitário ou de investigação, nacionais ou estrangeiras, em exercício efetivo de funções e que não estejam abrangidos por qualquer inelegibilidade ou incompatibilidade previstas na lei

No recente edital da Universidade do Algarve pode ler-se que o “reitor deve ser uma personalidade de incontestável prestígio académico”, “com experiência no exercício de funções de direção em instituições de Ensino Superior ou investigação” e “com visão estratégica adequada á prossecução de uma política de modernização e abertura da universidade á sociedade”

Lusa

Pub