Pub

O italiano Francesco Molinari, que contribuiu com pontos decisivos para o triunfo europeu, tal como o alemão Martin Kaymer, que já estava confirmado em Vilamoura, são alguns dos que também vão abrilhantar o torneio de Vilamoura, que distribui 2,25 milhões de euros em prémios monetários.

Martin Kaymer foi quem garantiu que a Ryder Cup iria permanecer nas vitrinas da Europa, enquanto Francesco Molinari somou o meio ponto da vitória europeia 14,5-13,5.

Em Vilamoura, vão estar ainda os quatro vice-capitães da Europa, o dinamarquês Thomas Bjorn, o espanhol Miguel Angel Jiménez, o irlandês Paul McGinley e o norte-irlandês Darren Clarke, que já tinha confirmado a participação.

No domingo, a Europa revalidou o título da Ryder Cup, depois de estar a perder por 10-6, naquela que foi a primeira vez que conquistou a competição recuperando de quatro pontos de desvantagem.

Vilamoura vai receber ainda antigos membros da seleção europeia como o escocês Colin Montgomerie (capitão em 2010) e dois dos seus jogadores na altura, o inglês Ross Fisher e o italiano Edoardo Molinari.

Já anteriormente anunciado tinha sido o irlandês Padraig Harrington, ex-campeão de três “Majors”, que ajudou também a Europa em quatro vitórias na Ryder Cup num total de seis participações.

Novidade é o francês Thomas Levet, que fez parte da equipa vencedora em 2004 dirigida por Bernhard Langer. Há ainda outros antigos campeões da Ryder Cup, como os suecos Henrik Stenson e Niclas Fasth, o espanhol Ignacio Garrido, o inglês David Howell e o galês Phillip Price.

O inglês Tom Lewis, galardoado com o prémio de Sir Henry Cotton Rookie of the Year (revelação do ano), regressa ao Algarve para defender o seu título conquistado há um ano.

“A vitória incrível de domingo criou uma onda de entusiasmo pela Europa fora e estamos encantados pelo capitão ‘Olly’ e outras estrelas da Ryder Cup virem a Vilamoura na próxima semana. Temos a certeza de que receberão uma entusiástica receção do público, que irá simultaneamente ver golfe de nível mundial no Oceânico Victoria Golf Course e celebrar o triunfo da Europa”, disse Peter Adams, diretor de torneios do European Tour com essa função no Portugal Masters.

Lusa

Pub