Inicio | Desporto | Vítor Oliveira continua no Portimonense

Vítor Oliveira continua no Portimonense

Foto © Luís Forra/Lusa

O treinador Vítor Oliveira anunciou ontem que vai continuar a comandar o Portimonense na I Liga de futebol, depois de ter arrecadado ontem o título de campeão da II Liga.

“Vou ficar”, disse Vítor Oliveira, quando questionado pelos jornalistas acerca da continuidade à frente do clube algarvio, que passa a integrar o principal escalão do futebol português.

Conhecido por ser o treinador ‘campeão das subidas’, o treinador lembrou que “esta não é situação inédita”, acompanhando pela quarta vez uma equipa que sobe à I Liga de futebol.

“Quando eu entendo que devo continuar e o convite surgir, normalmente é fácil de chegarmos a um acordo e foi o que aconteceu, acertamos tudo e eu vou continuar”, afirmou.

Vítor Oliveira, de 63 anos, que já subiu dez equipas à I Liga de futebol, sendo que cinco delas foram consecutivas nas últimas épocas, vai continuar à frente do Portimonense por várias razões que vão além do interesse de integrar um projecto num escalão superior.

“Eu vou continuar pela forma como fui tratado em Portimão. Aquilo que eu sinto é que o clube tem potencial, pelo apoio que foi incondicional da administração durante toda a temporada e o apoio da massa associativa. É um sítio onde me sinto confortável, gosto de lá estar, gosto de treinar o Portimonense e agora vamos tentar reunir condições para que o Portimonense consiga manter-se na primeira divisão por muitos e longos anos”, disse.

O anúncio da continuidade à frente do Portimonense foi feito pelo treinador na sala de imprensa no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, após a vitória frente ao Santa Clara por 2-1, na 42.ª e última jornada da II Liga.

“É um sentimento de dever cumprido, é um sentimento de gratidão para com os jogadores que foram absolutamente brilhantes durante toda a temporada e a segunda volta não foi fácil, tivemos muitos problemas, mas os jogadores conseguiram sempre manter uma grande união, foram solidários, foram competitivos e deram sempre uma resposta positiva nos grandes momentos”, lembrou.

Para Vítor Oliveira, o título de campeão da II Liga de futebol foi “a cereja em cima do bolo”, realçando que o Desportivo das Aves foi um “opositor bastante forte”.

“Dou também aqui os parabéns à equipa do Desportivo das Aves, que foi um competidor bastante difícil e penso que a diferença de pontos em relação às outras equipas expressa realmente a diferença de qualidade destas duas equipas (Portimonense e Desportivo das Aves) em relação a todas as outras”, sublinhou.

O técnico da formação algarvia destacou também “o jogo extremamente difícil” frente ao Santa Clara, que considera ser uma equipa “muito boa” realçando que o Portimonense acabou por “vencer justamente” por ter sido a “melhor” em campo.

O capitão do Portimonense, Ivo Nicolau considerou que a sua equipa “mereceu o título”, porque esteve “toda a época em primeiro”, e mostrou-se satisfeito não só enquanto capitão, mas como jogador formado no clube.

“Como capitão e porque fui formado neste clube, são sensações inexplicáveis. Foi quando subimos de divisão e hoje foi a cereja no topo do bolo. É uma coisa inexplicável o que estou a viver neste momento”, disse.

Para o jogador a subida de divisão do Portimonense à I Liga de futebol é um feito não só importante para o clube como para a própria Região do Algarve.

“É bom para o Algarve, foi pena o Olhanense descer, o Farense tentou subir, mas não conseguiu. Temos uma equipa na I Liga é sempre bom para o Algarve, chama mais pessoas, mais turismo, tudo é bom”, afirmou.

O defesa central, que está há cinco épocas consecutivas no Portimonense, revelou ainda que a festa vai continuar com a chegada da equipa ao Algarve revelando que são esperados na Câmara Municipal de Portimão para “receberem a Taça e festejarem com as pessoas de Portimão”.

Verifique também

Farense eliminou Estoril-Praia com golo de Jorge Ribeiro

Um golo de Jorge Ribeiro, aos 79 minutos, permitiu no domingo ao Farense, do Campeonato …