Pub

Em declarações ao seu site oficial, Contador disse que chega ao Algarve com "boas" sensações, mas lembra em que 2009 "vinha de una concentração nos Estados Unidos" onde trabalhou "muito bem", enquanto este ano "fez muito mal tempo em Madrid" e não conseguiu treinar como gosta, pelo que "não há que dar demasiada importância" à primeira prova do ano.

"Estou com muitas ‘ganas’. Sou um corredor que gosta de competir e é isso que me motiva. Creio que chego num bom nível, mas não com o mesmo de 2009, quando ganhei. Estou bem, mas o que procuro é preparar-me bem para o Paris-Nice, que quero disputar", afirmou.

Em relação à preparação de inverno, Contador adiantou que este ano fez "treinos mais longos do que em 2009, com a ideia de ir ajustando um pouco mais o peso", referindo que neste momento tem 63,5 quilos, mais dois do que tinha quando venceu o Tour, há sete meses.

A Volta ao Algarve apresenta este ano um dos melhores cartazes de sempre, mas Contador não espera marcar já diferenças para os principais adversários, desejando apenas "comprovar o estado de forma" e ver como responde em corrida.

"É [uma corrida] muito boa para ganhar forma, mas para mim é um pouco pior que em 2009, porque tem um contrarrelógio mais curto e totalmente plano, pelo que me disseram. No ano passado, a prova foi muito dura e isso permitiu-me fazer a diferença. Este ano, há outros ciclistas que se adaptam melhor ao percurso", afirmou.

Para Contador, os grandes candidatos são Levi Leipheimer, Andreas Kloden, Luis León Sánchez, Iván Gutiérrez, Samuel Sánchez e Christian Vandevelde, dizendo que "também há que contar com (Sylvain) Chavanel, Ezequiel Mosquera e Joaquín Rodríguez”.

Para a temporada de 2010, Alberto Contador, quinto corredor da história a ganhar Tour, Giro e Vuelta, acredita que pode "melhorar".

"Nos treinos estou muito mentalizado para trabalhar a 100 por cento e acredito que posso melhorar tanto na montanha, como no contrarrelógio. Tenho feito alguns testes e os resultados são melhores do que no ano passado. Espero que isso se note na competição", concluiu.

Com um percurso de mais de 700 quilómetros repartidos em cinco etapas, a Volta ao Algarve corre-se de quarta feira a domingo, com 184 ciclistas divididos em 23 equipas de nove países.

Lusa

Pub