Pub

Vivemos um período de incerteza, motivado pela crise profunda que o país atravessa, mas foi possível encontrar uma solução para que a corrida se realize", explicou o presidente da Associação de Ciclismo do Algarve em comunicado.

Em setembro, Rogério Teixeira disse à agência Lusa que a edição de 2013 estava em risco de não se realizar devido a questões financeiras.

“Só o prestígio que a Volta ao Algarve granjeou permitiu que alguns dos melhores blocos do Mundo tivessem os respetivos calendários pendentes durante tanto tempo, esperando por uma decisão da nossa parte”, salientou, prometendo tudo fazer para “juntar novamente um pelotão de estrelas”.

O organizador da “Algarvia” recusou-se a avançar mais informações, remetendo detalhes adicionais para a conferência de imprensa de apresentação da 39.ª edição, ainda sem data marcada.

No Algarve deverá estar o vencedor da Volta a França e campeão olímpico de contrarrelógio, o britânico Bradley Wiggins, assim como o segundo classificado do Tour, Chris Froome, ambos da Sky, a melhor equipa este ano no WorldTour.

Lusa

Pub