Breves
Inicio | Educação | 7º Cenáculo Regional do Algarve reuniu Caminheiros e Companheiros do CNE em Quarteira

7º Cenáculo Regional do Algarve reuniu Caminheiros e Companheiros do CNE em Quarteira

Quase 70 dos cerca de 250 Caminheiros e Companheiros (escuteiros dos 18 aos 22 anos, respetivamente dos ramos terrestre e marítimo) do Corpo Nacional de Escutas (CNE) participaram no passado fim de semana no sétimo ciclo do Cenáculo, um fórum que visa o debate sobre temas de interesse para o desenvolvimento da IV secção escutista.

Neste fórum, que procura igualmente estimular os processos de tomada de decisão a todos os níveis, procurando tornar aqueles escuteiros da IV secção do CNE mais ativos e participantes no movimento, na Igreja e na sociedade, todos os participantes têm oportunidade de partilhar ideias e experiências, bem como de apresentar sugestões.

O coordenador geral do ciclo deste ano do Cenáculo, que teve lugar de sexta-feira até domingo nos anexos da igreja de São Pedro do Mar, em Quarteira, garantiu ao Folha do Domingo que esta edição marcará “um ponto de viragem para que a IV secção se torne ainda maior e com mais força”. “Mais do que adiantar o que definimos é ver o que a IV secção vai fazer a partir de agora”, afirmou Diogo Simão, explicando que mudança será notada tanto ao nível da participação nas atividades a nível regional, nacional e internacional como da colaboração com a Junta Regional. “Estou em crer que esse é um dos verdadeiros pontos a que chegámos neste Cenáculo”, acrescentou.

Considerando que aquele fórum “está cada vez mais crescido e com mais força”, Diogo Simão realçou que o evento este ano procurou “arranjar soluções concretas e possíveis”. “E acho que o objetivo foi cumprido”, complementou, acrescentando terem sido abordados temas como a partida, o sistema de progresso ou a inclusão dentro do movimento de pessoas com dificuldades.

As sugestões elaboradas incluíram, uma vez mais, as conclusões para a C(y)arta, um documento que resulta do Cenáculo e que é enviado para a equipa nacional, sendo divulgado à Junta Central do CNE. No Algarve, a reflexão deste órgão consultivo do CNE é enviado também à Junta Regional e aos agrupamentos da região.

O Cenáculo deste ano teve como lema “Descobre a tua magia!” e foi desenvolvido em torno do imaginário de Harry Potter. Na sexta-feira à noite, após a concentração no terminal rodoviário de Quarteira, realizaram-se algumas dinâmicas de acolhimento, seguindo-se a celebração da bênção do círio na igreja de São Pedro do Mar e, no salão anexo, a distribuição por grupos (clãs) da “Escola de Hogwarts” com direito a “chapéu selecionador” e a distintivos. Os participantes ficaram alojados nos anexos da igreja.

No sábado realizaram-se três plenários e a preparação do Fogo de Conselho que decorreu à noite, seguido de um momento de oração. No domingo, dia aberto, foi celebrada a eucaristia presidida pelo padre Adelino Ferreira, seguindo-se o encerramento da atividade.

O Cenáculo realiza-se no Algarve desde 2011 e já passou por Silves (2011), Lagos (2012), Loulé (2013), Paderne (2014), Olhão (2015) e Ferragudo (2016).

Atualmente, o maior movimento escutista em Portugal está presente nas 20 dioceses territoriais e regista um efetivo de 73 mil associados – 59 mil crianças e jovens e 14 mil adultos. O CNE, fundado no dia 27 de maio de 1923 por ação de D. Manuel Vieira de Matos, arcebispo de Braga, conta no Algarve com cerca de 2.410 elementos de 34 agrupamentos (32 mais dois em formação).

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

 

Verifique também

IV Encontro Diocesano de Educação Moral e Religiosa Católica reuniu 2.800 alunos algarvios

Quase 2.800 alunos, do 5º ao 9º ano de escolaridade de 35 escolas do Algarve, …