Pub

Liceu_faroOs alunos da Escola Secundária João de Deus, em Faro, vão avançar com uma greve às aulas na quarta-feira para protestar contra o atraso, de quatro anos, do fim das obras, informou hoje a Associação de Estudantes.

Pretendemos demonstrar o descontentamento generalizado relativamente ao atraso inaceitável das obras, que, desde há quatro anos se arrastam prejudicando a vida quotidiana dos alunos com manifesta interferência negativa no aproveitamento escolar dos estudantes e no desempenho dos profissionais desta Escola”, lê-se num comunicado da Associação de Estudantes (AE).

As obras de requalificação em curso são “da responsabilidade da Parque Escolar e, por consequência, do Ministério da Educação e Ciência”, refere a mesma nota.

A paralisação total na frequência às aulas na próxima quarta-feira foi deliberada pela AE, que considera “lamentável”, o facto de nem sequer existir uma “eventual estimativa para a conclusão das obras em curso”.

As principais queixas dos estudantes são as consequências que o atraso na conclusão das obras provoca ao não permitir a substituição dos contentores por salas de aulas, o refeitório “não ter condições nem capacidade de resposta para as necessidades da escola e funciona dentro de contentores” e a “inexistência de ginásio”.

A ausência de uma sala de alunos e de um posto médico, a inexistência de um plano de evacuação em situação de emergência, são outras das críticas dos alunos Escola Secundária João de Deus.

Os estudantes lamentam que a Escola Secundária João de Deus esteja a ser “tão desprezada e votada ao abandono por parte do Ministério que tutela a Educação” em Portugal.

Pub