Pub

Camara_municipal_lagoaA Câmara Municipal de Lagoa vai ter duas formas de orçamento participativo a partir de 2015, um genérico e outro jovem, disse hoje o novo presidente da Câmara da autarquia, Francisco Martins (PS).

O autarca mostrou-se convicto de que o apelo dos cidadãos à participação no orçamento tem uma “vertente pedagógica” e não de “mera propaganda”.

Francisco Martins lamentou o “enorme alheamento da população relativamente à gestão do município”, que se verifica na “enorme” taxa de abstenção registada nas últimas eleições autárquicas, mas também no facto de os munícipes desconhecerem o tempo que “demora fazer uma coisa”.

Criar um plano de recuperação económica de Lagoa, com o apoio das autoridades da região, para conhecer as potencialidades do concelho ao nível da agricultura, turismo, formação, e privilegiar a mobilidade urbana do concelho através da colocação de passeios ou organização do trânsito, são outras prioridades do autarca.

Francisco Martins, anterior presidente da Junta de Freguesia de Lagoa, conquistou a Câmara de Lagoa para o PS nas eleições de 29 de setembro, após um longo período de domínio local do PSD.

Pub