Inicio | Educação | Caminheiros e Companheiros do CNE celebraram patrono em acampamento que os convidou à conversão de vida

Caminheiros e Companheiros do CNE celebraram patrono em acampamento que os convidou à conversão de vida

Dia_s_paulo_2016
Foto © Samuel Mendonça

Os Caminheiros e Companheiros, (escuteiros dos 18 aos 22 anos, respetivamente dos ramos terrestre e marítimo) dos diversos agrupamentos algarvios do Corpo Nacional de Escutas (CNE) celebraram o dia do seu patrono, São Paulo, com um acampamento que teve lugar em Alcantarilha, de 29 a 31 de janeiro.

A iniciativa para os escutas pertencentes à IV secção do CNE, que teve como tema “Metamorfose” e como lema “E tu, aceitas a mudança?”, realizou-se em torno da conversão de vida a partir do exemplo do que acontece à lagarta para se transformar em borboleta. Ao longo da atividade, os 90 Caminheiros e Companheiros «passaram» de lagartas a borboletas, vivenciando as dificuldades inerentes ao facto de terem de construir os seus próprios «casulos» para entrar neles, à incerteza de não saberem se algum dia chegariam a «ser» borboletas e à humildade de aceitar a transformação em borboleta (o homem novo).

Dia_s_paulo_2016_1A atividade, realizada pela Junta Regional do Algarve do CNE através do seu Departamento da IV Secção, ficaria mesmo marcada pela componente de voluntariado social que a integra sempre, este ano realizada na APEXA – Associação de Apoio à Pessoa Excecional do Algarve, uma instituição sedeada na Guia que tem como objetivo principal a inclusão da pessoa excecional nas áreas da educação, formação, saúde, lazer, desporto, trabalho e inclusão social, promovendo assim o direito à igualdade de oportunidades.

A ação de voluntariado, no âmbito do projeto “Flamingo” daquela instituição, visou a realização no sábado de um “Flash Boot Camp de Criatividade Social” com vista à apresentação de seis microprojectos sociais para solucionamento, de forma criativa, de problemas das pessoas com necessidades especiais ou em desfavorecimento social em questões tão simples como a falta de casa, a sazonalidade, o isolamento, os transportes, as acessibilidades ou a ausência de propostas culturais.

No domingo os jovens escutas realizaram um “jogo de cidade” dentro de Alcantarilha, denominado de “Metamorfose” e, após o almoço, participaram na celebração da eucaristia campal presidida pelo padre Nelson Rodrigues, assistente regional do CNE.

Dia_s_paulo_2016 (10)
Foto © Samuel Mendonça

Na celebração, o sacerdote desafiou os jovens a «voar», praticando o amor, ainda que possam ser incómodos, rejeitados, incompreendidos e maltratados. O padre Nelson Rodrigues exortou os escuteiros a confiarem mais no que Deus pode fazer através deles como aconteceu com São Paulo e com o profeta Jeremias.

A atividade foi participada também por 19 dirigentes.

Caminheiros e Companheiros comemoram sempre o patrono no fim de semana mais próximo do dia 25 de janeiro em que a Igreja celebra a conversão de São Paulo.

Atualmente, o movimento escutista conta com mais de 25 milhões de elementos no ativo, dispersos por 216 países do mundo. O CNE foi fundado no dia 27 de maio de 1923, por ação de D. Manuel Vieira de Matos, arcebispo de Braga, e está atualmente presente em todas as dioceses de Portugal, registando um efetivo de 73.000 associados (59.000 crianças e jovens e 14.000 adultos), sendo que no Algarve são cerca de 2.200 elementos pertencentes a 33 agrupamentos, com cerca de 155 Caminheiros e Companheiros no total.

Verifique também

Diocese do Algarve começou a implementar a nova formação inicial para catequistas

O novo curso de formação inicial para catequistas, implementado este ano de modo experimental a …

Folha do Domingo

GRÁTIS
BAIXAR