Breves
Inicio | Educação | Crianças da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral de Faro experimentaram como é ser escuteiro

Crianças da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral de Faro experimentaram como é ser escuteiro

Encontro_agrupamento_s_luis_cne_appc (22)
Foto © Ricardo Nascimento

No passado sábado, 10 crianças da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral (APPC) de Faro puderam experimentar como é ser escuteiro.

A iniciativa, promovida em parceria pelo Agrupamento 1172 São Luís de Faro do Corpo Nacional de Escutas (CNE) e por aquela instituição, realizou-se no âmbito do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência que se comemorou no passado dia 3 deste mês e teve como objetivo o “acolhimento dos jovens com necessidades educativas especiais”.

O chefe do agrupamento escutista da paróquia de São Luís de Faro explicou ao Folha do Domingo que o encontro procurou “proporcionar-lhe momentos de aprendizagem e convívio, estimulando a inclusão na vivência das dinâmicas escutistas, como o sistema de patrulhas, o jogo de pistas, as canções”, entre outras.

Filipe Lourenço acrescentou que aquela atividade, que teve lugar na sede do agrupamento de escuteiros, junto à igreja de São Luís de Faro, conseguiu “criar momentos de sorrisos, alegria e brincadeira que ficarão no coração de cada um” e teve ainda uma vertente solidária.

“Para os Lobitos [escutas entre os 6 e os 10 anos de idade, pertencente à I secção do CNE] do agrupamento, foi importante o acolhimento a este grupo de 10 jovens, que para além do convívio, fizeram a boa ação oferecendo um brinquedo ou jogo pessoal para a instituição, aprendendo o sentido da partilha e de ajuda aos outros, estimulando os valores e princípios definidos neste movimento escutista”, acrescentou o dirigente.

A iniciativa, que terminou com um lanche partilhado e a oferta de um lenço simbólico, contou ainda com a colaboração de Caminheiros (escuteiros dos 18 aos 22 anos, pertencentes à IV secção do CNE) e a participação do grupo de Pioneiros (escuteiros dos 18 aos 22 anos, pertencentes à III secção do CNE) do agrupamento.

O Agrupamento 1172 São Luís de Faro conta com um efetivo de 70 escutas das quatro secções e seis dirigentes.

Verifique também

Universidade do Algarve isenta do primeiro ano de propinas alunos com média igual ou superior a 17

A Universidade do Algarve vai isentar de propinas os alunos que tiverem terminado o ensino …