Breves
Inicio | Educação | Escuteiros algarvios comemoraram o Dia da II Secção em Tavira

Escuteiros algarvios comemoraram o Dia da II Secção em Tavira

Dia_2_seccao_cne_2019-2
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Os Exploradores e Moços (escuteiros dos 10 aos 14 anos, respetivamente dos ramos terrestre e marítimo) dos agrupamentos algarvios do Corpo Nacional de Escutas (CNE), participaram este fim de semana em Tavira nas atividades comemorativas do Dia da II Secção.

Sob o imaginário “Reviver Brownsea”, 390 Exploradores e Moços (auxiliados por 68 dirigentes) de 24 agrupamentos algarvios do CNE, participaram naquela atividade que se realizou no âmbito da celebração do dia de São Jorge e que procurou evocar o primeiro acampamento escutista em 1907.

A iniciativa, organizada pela Junta Regional do Algarve do CNE através da Secretaria Regional Pedagógica da II Secção em colaboração com o Agrupamento 100 de Tavira, teve início no sábado de manhã com a montagem do acampamento nos terrenos anexos à ermida de Nossa Senhora da Saúde, a cerca de 5 quilómetros da cidade.

Após o conselho de guias e timoneiros (responsáveis respetivamente das patrulhas de Exploradores e Moços) e da abertura de campo, os escuteiros realizaram um raide por patrulhas de ida e volta a Tavira com orientação por coordenadas UTM. Composta por dois percursos diferentes, a iniciativa contou com várias atividades distribuídas por vários postos e terminou ao final da tarde com o regresso ao acampamento.

À noite, após o jantar, realizou-se o tradicional Fogo de Conselho, momento de formação e partilha das vivências do dia, convívio e animação.

Ontem de manhã, os escuteiros realizaram um jogo de campo por patrulhas composto por diversas atividades de destreza e a atividade terminou após o almoço com a celebração da eucaristia, presidida pelo padre Nuno da Rocha.

O CNE, fundado em 1932 no Algarve pelo cónego José Augusto Vieira Falé, conta atualmente com 34 agrupamentos num total de quase 2.400 elementos.

Verifique também

‘Missão País’ a caminho da Universidade do Algarve

A ‘Missão País’ tinha promovido no início do ano letivo um questionário online para saber …