Pub

Faleceu ontem no Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, a irmã Maria Stela Gomes, pertencente à congregação das irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena, que foi uma das três fundadoras em outubro de 2016 da comunidade de Paderne.

A religiosa, de 75 anos de idade, adoeceu há cerca de três semanas, tendo-lhe sido diagnosticada doença do foro oncológico, mas veio a falecer de pneumonia, depois de ter tido anteontem internamento hospitalar.

Natural de Roliça, concelho de Bombarral, a irmã Stela Gomes foi missionária em Moçambique. Regressou a Portugal para a comunidade da sua congregação em Avanca, concelho de Estarreja, distrito e diocese de Aveiro. Quando aquela comunidade encerrou, veio para o Algarve, em outubro de 2016, para fundar a de Nossa Senhora da Esperança, em Paderne. O Algarve continuava assim a manter a presença das irmãs dominicanas que se mudaram de Portimão, onde estiveram 30 anos.

No Algarve, a irmã Stela Gomes esteve quase dois anos. Colaborou nos vários setores da pastoral da paróquia de Paderne e também na de Boliqueime. Naquelas comunidades visitou os doentes nas suas casas e os idosos nos lares de terceira idade e participou na promoção de encontros de oração e celebrações.

Deixou o Algarve há cerca de um ano e quatro meses, tendo seguido para a comunidade de Nossa Senhora do Sameiro, em Braga, onde agora estava. No passado dia 11 de janeiro veio para Lisboa para iniciar tratamentos.

A celebração das exéquias deverá ser realizada em Lisboa em data ainda a definir, mas o corpo da religiosa ficará sepultado na sua terra natal, na campa dos seus pais.

Pub