Pub

Estadio_s_luisO Farense anunciou ontem a criação de um centro de estágios no Estádio de São Luís, em Faro, que será financiado por uma empresa de gestão desportiva e depois explorado pelas duas partes.

O projeto, que ocupará dois pisos de uma das bancadas do recinto e deve estar concluído em janeiro de 2015, inclui 32 quartos duplos, cozinha, refeitório, bar, sala de conferência, um espaço de convívio de sócios e um espaço para instalar o museu do clube.

A GalaxyBelievers, uma empresa com ligações ao futebol asiático, vai investir 300 mil euros no centro de estágios, cujas instalações serão depois exploradas em conjunto com o clube, podendo receber jovens jogadores chineses e equipas estrangeiras.

Luís Carlos, representante da empresa, revelou em conferência de imprensa que já está prevista, para janeiro de 2015, a vinda do Chongqing Lifan, atual líder da segunda divisão chinesa, para um estágio de 15 dias.

O presidente do Farense, António Barão, anunciou ainda uma parceria com outra empresa, que colocará painéis fotovoltaicos nas coberturas de três bancadas do estádio, visando tornar o recinto autossustentável em termos energéticos.

“Estamos a valorizar o património do clube, criando as condições para podermos subir à I Liga”, comentou o líder do emblema algarvio, atual oitavo classificado da II Liga portuguesa de futebol.

Pub