Breves
Inicio | Desporto | Mundial 2018: Milhares de adeptos em Portimão e Faro vibraram com o Portugal-Espanha

Mundial 2018: Milhares de adeptos em Portimão e Faro vibraram com o Portugal-Espanha

Foto © Luís Forra/Lusa

Da festa à desilusão e de novo à festa, mais de dois mil adeptos da seleção viveram, em Portimão, uma autêntica montanha russa de emoções durante o jogo de estreia de Portugal no Mundial de futebol na sexta-feira.

Do golo inaugural de Cristiano Ronaldo à reviravolta espanhola, os fãs da ‘equipa das quinas’ que se deslocaram ao Futebol Park Alameda, em Portimão, acabaram por desfrutar o seu melhor momento a dois minutos do final, quando o capitão português selou a igualdade a três bolas.

“Foi sofrer até ao último minuto, mas o nosso destino é mesmo este. Foi o primeiro jogo, faltam limar umas arestas. Ficava mais satisfeito com uma vitória, porque contra os espanhóis temos de ganhar sempre”, disse Carlos Martins à agência Lusa, logo após o apito final.

Outra adepta, com a irmã mais nova ao colo, confessava o seu “nervosinho” ao longo da partida frente aos espanhóis, na estreia lusa no Mundial2018, que se disputa na Rússia.

“Queríamos ganhar hoje, mas o empate já foi bom”, atirou, manifestando-se “confiante” de que Portugal vai ganhar a competição.

O Futebol Park Alameda, situado na Praça da República, o primeiro espaço do género montado em Portimão para grandes eventos de futebol, já estava animado antes da partida inaugural e, às dezenas de pessoas que assistiram ao Irão-Marrocos (1-0), foram-se juntando milhares à medida que os minutos iam passando antes do apito inicial.

Os adeptos portugueses manifestavam-se confiantes, fazendo fé nos créditos adquiridos pela equipa de Fernando Santos há dois anos e na qualidade do “melhor jogador do mundo”, como muitos caraterizaram Cristiano Ronaldo.

“O melhor resultado para nós era o empate”, vaticinava uma jovem à reportagem da agência Lusa, vestida a rigor, antes do apito inicial e, logo ao lado, a presidente da Câmara de Portimão, Isilda Gomes, era apenas mais uma fã a empunhar o seu cachecol, antecipando uma vitória, “nem que seja por 1-0”.

Também dois adeptos estrangeiros, um australiano e um sul-africano, clamavam o seu apoio a Portugal, elogiando “as pessoas simpáticas, a comida boa e barata” e a “grande paixão” que os jogadores põem em campo.

“A Portuguesa” pôs os fãs lusos a cantar em uníssono, antes do carrossel de emoções que os 90 minutos frente à Espanha impuseram logo a partir do quarto minuto, quando Cristiano abriu a contagem.

A vantagem momentânea ao intervalo fazia vibrar os adeptos de Portimão em direção aos comes e bebes, mas o início da segunda parte trouxe a reviravolta da Espanha, com dois golos do ‘vilão’ Diego Costa.

O desânimo impôs-se nas hostes portuguesas até que, a dois minutos do final, a felicidade irrompeu pelo Futebol Park Alameda.

Assim que o árbitro apitou o livre, já havia fãs a garantir que Ronaldo marcaria golo, presságio que o capitão português confirmou para gáudio dos mais de dois mil adeptos presentes no espaço.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Também em Faro, uma multidão de adeptos da seleção portuguesa se juntou na Fanzone no Jardim Manuel Bívar, local já habitual para assistir em ecrã gigante aos jogos das competições europeias e internacionais de futebol.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Naquele espaço, os adeptos de futebol, para além de poderem assistir a todos os jogos do mundial, têm ainda à disposição um programa de animação e diversas atividades das 13h às 24h até dia 15 de julho.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

com Lusa

Verifique também

Jackson Martinez, apresentado no Portimonense, quer retribuir oportunidade de relançar carreira

O avançado colombiano Jackson Martinez, foi apresentado no passado dia 12 deste mês como reforço …