Pub

GuadianaOs presidentes da Comunidade Intermunicipal e do Turismo do Algarve vão participar, entre hoje e quinta-feira, em Huelva (Espanha), no Fórum Sentido Sul, que prepara as bases da cooperação transfronteiriça entre Algarve, Alentejo e a região espanhola da Andaluzia.

O Fórum é organizado pela Diputación de Huelva – uma das sete províncias da região espanhola da Andaluzia – e o presidente da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL), Jorge Botelho, disse à Lusa que vai estar presente na sessão de abertura do encontro depois de, há cerca de três meses, ter traçado as linhas gerais dessa cooperação com o homólogo espanhol.

Jorge Botelho explicou que nessa reunião com o responsável da Diputación de Huelva foi acordado que os responsáveis políticos das regiões iriam trabalhar de forma conjunta para, num único território a sul, desenvolverem as potencialidades turísticas, económicas e culturais e encontrarem projetos comuns que possam obter financiamento através dos mecanismos do novo quadro comunitário de apoio destinados à cooperação transfronteiriça.

“Temos vindo a conversar no sentido as três regiões colaborarem em projetos comuns para desenvolvimento económico, turístico e cultural. O objetivo é podermos encontrar um programa de ação, um conjunto de questões comuns, para o desenvolvimento destas áreas e posicionarmo-nos para podermos ter algum acesso a candidaturas comuns transfronteiriças para podermos fazer mais investimentos e criar mais emprego”, afirmou o também presidente da Câmara de Tavira.

Jorge Botelho sublinhou que o Fórum que hoje se inicia em Huelva visa obter o contributo de empresários, empreendedores e empresários espanhóis para essa estratégia comum, e será depois replicado, do lado português, em data a determinar.

Desidério Silva, presidente do Turismo do Algarve, explicou à Lusa que vai participar no encontro como orador, numa mesa redonda a realizar na quinta-feira, denominada “A gestão do destino” e na qual se irá debruçar sobre “a evolução do turismo no Algarve nos últimos anos”.

“A minha intervenção vai centrar-se no que tem sido a história do Turismo do Algarve nestes últimos anos e nos fatores que permitiram à região chegar aos números de 2014”, adiantou Desidério Silva à Lusa, numa referência aos recordes de dormidas e de receitas que o setor alcançou no ano passado.

O presidente do Turismo do Algarve vai apontar o esforço que foi feito para “combater a sazonalidade” e “diversificar a oferta turística”, que “deixou de ser centrada no sol e praia e no golfe” para “ser integrada e contar com outras ofertas nas quais a região também se destaca”, como a observação de aves, o turismo de natureza ou a gastronomia.

Além de Jorge Botelho e Desidério Silva, participam ainda no encontro representantes da Câmara de Elvas e do Turismo do Alentejo.

O Fórum conta ainda com a participação de empresários espanhóis das áreas do Turismo ou da restauração ou das tecnologias, entre outros.

Pub