Pub

Os projetos recomendam a clarificação do modelo de gestão dos portos na região algarvia e a necessidade de investimento, sobretudo nos portos de Portimão, o único na região que recebe cruzeiros, e de Tavira.

No seu projeto de resolução, o PSD sugere ao Governo a realização de investimentos com potencial de desenvolvimento económico para o setor, pedindo ainda que seja clarificado o modelo de gestão dos portos na região.

Os sociais-democratas sublinham, naquele documento, que o porto de Portimão está subaproveitado no que respeita ao seu potencial para receber cruzeiros de turismo e necessita de intervenções urgentes para ampliar a sua capacidade.

O PSD estima que, se fosse aumentado o comprimento do cais para acolher navios maiores e adquirido um rebocador próprio, entre outras intervenções, o tráfego de passageiros poderia subir dos 50 mil registados em 2011 para 250 mil por ano.

Os socialistas também vão apresentar uma recomendação ao Governo para que desenvolva uma política de investimentos portuários no Algarve, que consideram fundamentais para a dinamização económica da região.

Assim, o PS sugere ao Governo que encare como prioritários os investimentos nos portos de Portimão e de Faro, cruciais para o crescimento do número de escalas e de passageiros, bem como da tonelagem de carga movimentada.

O grupo parlamentar do PS pede também ao Governo que melhore as condições de acessibilidade marítima ao porto de Vila Real de Santo António e que mantenha os investimentos previstos para 2013 nos portos de Olhão e Tavira.

O Bloco de Esquerda, por seu turno, foca o seu projeto na construção urgente do porto de pesca de Tavira, que servirá quatro comunidades piscatórias mas que se encontra num impasse, há vários anos.

Em janeiro de 2011 chegou a ser aberto concurso público para a empreitada, cujo custo rondava os dez milhões de euros, mas apesar de o candidato estar escolhido, aguarda-se, desde então, por uma homologação do Governo, referem.

O projeto de resolução do PCP recomenda ao Governo a dinamização da atividade portuária no Algarve como instrumento de desenvolvimento da economia regional e apresenta um conjunto de propostas para os portos de Tavira e Lagos.

O PCP entende que a hierarquização das prioridades de investimento deve apenas ser definida após a criação de uma Administração dos Portos do Algarve, com base numa ampla discussão pública.

Lusa

Pub