Pub

Presidente_camara_albufeiraO presidente da Câmara de Albufeira disse ontem que é muito importante que o Governo tenha autorizado o acesso imediato aos fundos de emergência, para minimizar os prejuízos provocados pela intempérie que afetou o município no passado domingo.

“É uma decisão importante, pois o Governo reagiu com celeridade com medidas que são positivas para ajudar a enfrentar a calamidade que se abateu sobre o concelho”, disse à agência Lusa o presidente da Câmara de Albufeira, Carlos Silva e Sousa.

O ministro da Administração Interna, Calvão da Silva, anunciou ontem que o Conselho de Ministros aprovou uma resolução “para se poder lançar mão dos recursos legais existentes que estão desde já disponíveis”, referindo que “agora é necessário que o processo de quantificação dos danos seja uma realidade”.

No final da reunião dos ministros, Calvão da Silva indicou que a decisão do Governo permite a imediata utilização do dinheiro do fundo de emergência municipal, fundo de socorro social e conta de emergência.

O presidente da autarquia disse ainda que “o recurso aos fundos de emergência terá que ser ponderado, até porque [os valores] poderão não ser suficientes”, e admitiu que a preferência “é pela declaração de calamidade pública”.

“Estamos a fazer a quantificação dos prejuízos públicos e privados, que são na ordem dos milhões de euros”, concluiu.

Pub