Pub

A Cáritas Paroquial da Matriz de Portimão voltou a vencer este ano o Prémio Municipal de Voluntariado, instituído o ano passado pela Câmara de Portimão, com um projeto que visa apoiar pessoas com necessidade de nutrição artificial por perda da via oral, que não tenham recursos financeiros para adquirir os produtos necessários à sua alimentação.

O projeto “Nutrição Entérica”, vencedor do prémio na categoria coletiva, será realizado em articulação com o Serviço de Gastrenterologia do Centro Hospitalar Universitário do Algarve – Unidade de Portimão, que detetará pacientes nesta situação e os encaminhará para a Cáritas, que servirá de facilitadora/mediadora no processo.

As pessoas necessitadas de nutrição artificial precisam de produtos de fórmulas de dieta industrial com composição completa padronizada, hiperenergética ou hiperproteica, fórmulas de dieta suplementar e produtos de modificação da consistência da dieta.

O projeto será trabalhado em articulação com o Serviço de Gastrenterologia do Centro Hospitalar Universitário do Algarve – Unidade de Portimão, que detetará pacientes nesta situação e os encaminhará para a Cáritas, que servirá de facilitadora/mediadora neste processo.

A Cáritas Paroquial da Matriz de Portimão já tinha sido vencedora da primeira edição do Prémio Municipal do Voluntariado com o projeto da barbearia social, concretizada em setembro do ano passado com o jovem barbeiro portimonense Bruno Santos. A barbearia já atendeu, a custo zero, 31 utentes dos 10 aos 75 anos, sendo que todos os utilizadores devem estar inscritos na Cáritas ou noutra instituição sem fins lucrativos da Rede de Emergência Social de Portimão.

Para além da Cáritas da paróquia da matriz de Portimão, a segunda edição, atribuiu também o prémio, na categoria singular, ao projeto “D’Ar_te”, proposto por Vanessa Cândido Guimarães, que envolve teatro, dança, música, voz, expressão corporal e comunicação, visando promover um “ensino mais divertido, estimulador e desafiante”. “Para o efeito, serão recolhidas ideias e encontradas soluções com os mais jovens, no sentido de os incentivar para que contribuam por um mundo mais ativo no âmbito da solidariedade, ao mesmo tempo que lhes será incutido o dever cívico”, explica a nota da autarquia, acrescentando que “todas as iniciativas vão ser finalizadas com trabalhos de reportagem, fotografia e vídeo, sendo ensinado aos participantes como usar de maneira benéfica as redes sociais, criando desafios divertidos e motivacionais”.

De entre as dez candidaturas admitidas a concurso, o júri decidiu ainda atribuir uma menção honrosa na categoria coletiva, ao projeto “As Lavadeiras de Portimão”, apresentado pelo MAPS. Os vencedores foram divulgados no passado sábado, 5 de dezembro, em que se assinalou o Dia Internacional do Voluntariado.

Os projetos vencedores receberão um prémio pecuniário no valor de 6.500 euros cada e serão distinguidos numa cerimónia agendada para hoje, 7 de dezembro, pelas 18h, no salão nobre dos Paços do Concelho, e que marcará o início das comemorações do 96º aniversário de elevação de Portimão a cidade, que este ano – devido à pandemia –
terá uma programação exclusivamente online, a qual poderá ser seguida a par e passo nas redes sociais do Município, através dos seguintes endereços: https://vivaportimao.pt/ e https://www.facebook.com/portimaomunicipio.

O Prémio Municipal de Voluntariado foi criado em dezembro de 2018 pela Câmara de Portimão com o objetivo de distinguir projetos nas áreas da solidariedade, saúde, ambiente, economia social, educação e formação, que promovam a melhoria da qualidade de vida de crianças, jovens, idosos, cidadãos portadores de deficiência ou outras pessoas em situação vulnerável.

Plataforma Voluntariado Portimão para breve

Encontra-se em fase final de desenvolvimento, por parte do Município, uma plataforma Voluntariado Portimão, que visa sistematizar a informação relativa à oferta e à procura do voluntariado, mediante a inscrição de entidades promotoras de voluntariado e de voluntários/as e a submissão de projetos de voluntariado.

A plataforma Voluntariado Portimão, que em breve estará disponível no site oficial da autarquia, destina-se a todas as pessoas individuais interessadas em serem voluntários e às entidades locais promotoras de ações de voluntariado previamente acreditadas, que passarão também, através desta plataforma, a dar a conhecer não só a sua missão, como os diferentes projetos de voluntariado que têm em curso e que precisam de voluntários.

“A criação desta plataforma vem, através da inscrição de voluntários/as e ações de voluntariado, facilitar o contacto e promover a participação e a visibilidade do trabalho voluntário e permite valorizar um voluntariado qualificado, responsável e dinâmico”, explica a autarquia.

Pub