Pub

Rallye WRC - GroßbritannienA serra de Monchique recebe, no próximo sábado, 9 de novembro, o rali Casinos do Algarve, a última prova a contar para o Campeonato de Portugal de Ralis que promete muita emoção com três pilotos ainda em busca do triunfo.

Os portugueses Ricardo Moura (Skoda Fabia S2000) e Bernardo Sousa (Ford Fiesta S2000) disputam o título de campeão, com Pedro Meireles (Skoda Fabia S2000) ainda à espreita.

O açoriano Ricardo Moura lidera a corrida ao seu terceiro cetro consecutivo, com oito pontos de vantagem sobre o madeirense Bernardo Sousa, campeão em 2010, enquanto Pedro Meireles, vencedor no Algarve em 2011, ainda tem remotas esperanças de chegar ao título.

Sousa, que soma 83 pontos no campeonato, pode reconquistar o título se vencer o rali algarvio e a “power stage”, por forma a somar 111 pontos, e mesmo que Moura, que conta 91, termine em segundo na prova e na “power stage”, igualando Sousa, o primeiro sagra-se campeão por deter mais vitórias (Fafe, Guimarães e Centro de Portugal), contra os dois do açoriano (Sata Rali dos Açores e Mortágua).

As ambições de Meireles, autor de 71 pontos, chegar ao título nacional praticamente obrigam a que o piloto de Guimarães vença o rali Casinos do Algarve, que Sousa termine abaixo do terceiro lugar e que Moura fique abaixo do sexto.

Estas possibilidades para os 102,08 quilómetros das oito especiais da 42.ª edição da prova algarvia têm em conta a inclusão da pontuação do Sata Rali dos Açores, da Taça de Ouro de Ralis, em substituição de uma das restantes cinco provas do campeonato.

Miguel Barbosa (Mitsubishi Lancer EVO IX) e Adruzilo Lopes (Subaru Impreza R4), campeão em 1997, 1998 e 2001, com 53 e 51 pontos, respetivamente, já estão afastados da luta pelo título nacional absoluto.

com Lusa

Pub