Pub

O professor Rogério Furtado é o candidato da CDU à presidência da Câmara de Aljezur, nas eleições autárquicas de 01 de outubro, definindo como prioridades, o desenvolvimento económico e a melhoria do emprego no concelho.

Rogério Augusto Serrão de Oliveira Furtado, de 59 anos, professor do 1.º ciclo na EB1/JI de Odeceixe do Agrupamento de Escolas de Aljezur, candidata-se como independente pela CDU, coligação que integra o Partido Comunista Português e o Partido Ecologista Os Verdes.

A CDU apresenta-se às próximas eleições autárquicas, “reforçada e decidida a aumentar a sua influência no concelho, pretendendo manter o caminho que, com trabalho, honestidade e competência, permitiu o reforço e o aumento da intervenção política nos órgãos autárquicos e um enriquecimento de propostas e soluções para o concelho”.

Segundo a CDU, a candidatura de Rogério Furtado, visa também aumentar a voz das populações e dos pequenos e médios empresários, manifestando-se disponível para assumir as responsabilidades que a população lhe queira atribuir, incluindo a gestão do município”.

Rogério Furtado vai disputar a liderança da Câmara de Aljezur com os candidatos já conhecidos, José Amarelinho (PS), atual presidente da autarquia e que concorre a um terceiro mandato, e Hélder Cabrita (PSD/CDS-PP).

A CDU anunciou também Anadá de Filipitsch Gomes, de 42 anos, decoradora de interiores, como candidata independente à Assembleia Municipal local.

Aljezur é um dos 10 concelhos do Algarve nos quais o PSD vai a votos coligado com o CDS-PP, segundo o anúncio feito pelos dois partidos em meados de março.

Nas eleições autárquicas de 2013, o PS conseguiu a maioria absoluta, tendo obtido 62,82% dos votos (quatro mandatos), o PSD 16,06% (um mandato), enquanto a CDU recolheu 14,19%, sem conseguir qualquer mandato.

O PS lidera 10 dos 16 concelhos do distrito de Faro, sendo cinco liderados pelo PSD e um pela CDU.

Pub