Pub

Da esqª para a dirª: padre Vasco Figueirinha, prefeito; padre António de Freitas, reitor; e o padre Rui Guerreiro, diretor espiritual • Foto © Samuel Camacho

Tomou posse no passado dia 18 de agosto a nova equipa formadora do Seminário de São José, em Faro, nomeada em julho pelo bispo do Algarve.

Foto © Samuel Camacho

Na eucaristia de tomada de posse, presidida por D. Manuel Quintas, o prelado lembrou todos os responsáveis que já passaram pela instituição ao longo dos mais de 200 anos da sua existência. “Esta sucessão contínua da ação de Deus passa de geração em geração e manifesta o seu amor, bondade e misericórdia”, afirmou.

O bispo do Algarve considerou que “Deus não abandona aqueles que chama” e “dá a cada um o que cada um precisa” para responder aos seus apelos. “Basta que a gente não acolha só o dom, mas acolha também a fidelidade relativa a esse dom. E isto é muito claro na nossa vida, que é um percurso de doação e entrega a Deus, servindo a Igreja do modo que Ele acha melhor ou que aqueles que estão à frente acham melhor”, sustentou.

Foto © Samuel Camacho

Na eucaristia, tomou posse como reitor da instituição o padre António de Freitas, recém-regressado de Roma, onde esteve desde 2015 a estudar Teologia Pastoral na Pontifícia Universidade Lateranense. O sacerdote substituiu no cargo o cónego José Pedro Martins que exercia aquele serviço desde julho de 2009.

Para prefeito da instituição foi empossado o padre Vasco Figueirinha, que era prior de Silves desde fevereiro de 2014, e substituiu na função o padre José Chula que a exercia desde julho de 2016.

O cargo de diretor espiritual foi assumido pelo padre Rui Guerreiro que substituiu o cónego Joaquim Nunes e o padre Luís Gonzaga Nunes que exerciam aquele serviço, respetivamente desde 2015 e 2012.

com Samuel Camacho

Pub