Pub

O treinador Sérgio Vieira deixou hoje o comando do Farense, 18.º e último classificado da I Liga de futebol, que orientava há um ano e meio, anunciou a SAD do clube algarvio.

“A Farense Algarve Futebol SAD comunica que chegou a acordo com a equipa técnica e o treinador Sérgio Vieira para o fim da sua relação contratual, estando as partes a finalizar o referido acordo de revogação”, informou o emblema de Faro, em comunicado divulgado nas redes sociais.

A decisão surge após os recentes resultados negativos do Farense, que caiu para o último posto do campeonato, ao somar duas derrotas seguidas, frente a FC Porto (1-0) e Tondela (2-0), embora tenha um jogo em atraso.

“Recordando, e não esquecendo, todo o empenho, dedicação e profissionalismo que conduziram à subida do Sporting Clube Farense à Primeira Liga, ao fim de longos e penosos anos, a instituição agradece profundamente ao treinador Sérgio Vieira e à sua equipa, fazendo votos de muitos e futuros sucessos desportivos e pessoais”, acrescenta a nota.

Sérgio Vieira, de 38 anos, chegou a Faro no início da passada temporada e orientou o clube na subida à I Liga, decidida de forma administrativa após a suspensão da II Liga, devido à pandemia de covid-19.

Na época em curso, em 15 jogos disputados, o Farense somou apenas três vitórias, todas no Estádio de São Luís, e três empates, segurando a lanterna-vermelha, com 12 pontos, a dois dos lugares de permanência.

O próximo treinador – cujo nome ainda não foi confirmado oficialmente – poderá estrear-se na quinta-feira, na receção ao Santa Clara (15:00), em jogo da 17.ª jornada, que marca o fecho da primeira volta do campeonato.

Pub