Pub

Foto © Samuel Mendonça

A economia do mar, a coesão social, políticas ambientais, o turismo tradicional e o turismo alternativo ligado ao artesanato e à natureza são áreas chave no projeto com que Vítor Aleixo (PS) se recandidata à Câmara de Loulé.

“O município de Loulé está, neste momento, em ‘velocidade cruzeiro’ e entendo ser benéfica a continuação deste executivo para continuar este trabalho porque quatro anos não são suficientes para concluir”, disse hoje à Lusa Vítor Aleixo.

O projeto socialista para Loulé passa pelo reforço da dinâmica económica e Vítor Aleixo explicou que isso se consegue através da baixa carga fiscal que já está aplicada, mas também através da abertura a projetos interessantes que ajudem a dar mais coesão territorial, nomeadamente na área do turismo de natureza e do turismo ligado ao artesanato e à cultura.

Vítor Aleixo pretende estruturar e dar um sentido estratégico à economia do mar, uma área que vincou ser atualmente muito mais ampla do que as pescas devido ao peso crescente do turismo náutico e de outras atividades que têm lugar na costa louletana.

A coesão social é outra área vital que o candidato quer reforçar com a abertura de novas formas de apoio social.

“Corresponde a um dos grandes objetivos ter um município coeso, socialmente coeso, vivendo em harmonia e há trabalho de natureza social que é preciso prosseguir”, observou Vítor Aleixo.

Durante o presente mandato, o executivo municipal criou uma estratégia de adaptação local às alterações climáticas que tem vindo a envolver a comunidade de forma progressiva.

“Um ponto que veio para a nossa agenda e que não irá sair nos próximos anos e isso irá ter consequências cada vez mais visíveis ao nível do dia-a-dia do município”, afirmou o candidato.

O atual presidente da Câmara de Loulé foi eleito pela Comissão Política concelhia do PS para as próximas eleições autarquias a 31 de março e explicou à Lusa que estas áreas genéricas vão ser apresentadas com medidas concretas no momento da apresentação oficial da sua candidatura.

Vítor Aleixo afirmou que a estratégia preparada para os próximos anos é a que melhor serve o concelho e é com essa convicção que se prepara para pedir aos louletanos a “renovação da confiança” dada nas últimas autárquicas.

Em 2013, o PS venceu as eleições autárquicas em Loulé com 48,3% dos votos e elegeu cinco vereadores municipais. O PSD obteve 34,9% dos votos e elegeu quatro vereadores municipais. Nesse ano, a eleição foi determinada por 46,6% dos cidadãos eleitores.

“Renovar a Confiança e Continuar a Servir as Pessoas” é o lema desta candidatura.

Pub