Breves
Inicio | Igreja | 8.º Mini-Cursilho reuniu 20 casais da Diocese do Algarve

8.º Mini-Cursilho reuniu 20 casais da Diocese do Algarve

O Centro Pastoral e Social da Diocese do Algarve, em Ferragudo, acolheu entre os passados dias 22 e 23 de junho o 8.º Mini-Cursilho para Casais que se realizou na Diocese do Algarve.

Nesta iniciativa, promovida pelo Secretariado Diocesano do Algarve do Movimento dos Cursilhos de Cristandade, participaram 20 casais oriundos das paróquias de Tavira (3), Moncarapacho (1), São Brás de Alportel (2), Ferreiras (5), Paderne (1) e Portimão – Matriz (8).

Sob a coordenação do casal Jorge e Olinda Santos, oriundos do Patriarcado de Lisboa, a equipa de leigos que assegurou a realização deste Mini-Cursilho para Casais contou ainda com a colaboração de três casais da Diocese do Algarve, um casal da Arquidiocese de Évora e um casal da Diocese do Porto.

A equipa sacerdotal, por sua vez, foi composta pelo cónego Joaquim Nunes e pelo padre Nuno Coelho.

“Os Cursilhos de Cristandade, que são organizados com separação de sexo, promovem uma vivência pessoal muito especial, um verdadeiro encontro com Deus que nos ama. Como tal, dificilmente os membros de um casal viveriam o Cursilho de Cristandade de igual modo, passariam a ter as mesmas necessidades de oração e sentiriam o ardor apostólico com a mesma intensidade”, explica o movimento, acrescentando que “para colmatar esses naturais desequilíbrios foram criados os Mini-Cursilhos para Casais com o propósito de minimizar as diferenças e conduzir o casal para um diálogo conjugal feito com abertura, humildade e aceitação do outro tal como ele é”.

“No final desta atividade, todos os casais presentes foram unânimes em partilhar o quão gratificante foi a sua participação e como é bom periodicamente darem a si próprios a oportunidade de, em casal, reservarem algum tempo para reanalisarem a sua vida, redefinirem o caminho que vêm percorrendo e reconhecerem a importância da solidez da sua relação com Deus, para a estabilidade familiar”, acrescenta o movimento.

Com este Mini-cursilho para Casais, o Secretariado Diocesano do Algarve concluiu o respetivo Programa de Atividades para o ano pastoral 2018-2019.

O MCC é um movimento de leigos da Igreja Católica que propõe uma vivência de vida segundo os fundamentos da fé. Depois da participação num curso ou cursilho (termo adaptado do original espanhol) de três dias e meio, os fiéis são convidados a continuar a caminhar em grupo, nas comunidades, realizando encontros (ultreias) onde partilham as suas experiências de fé.

O primeiro cursilho no Algarve realizou-se a 18 de março de 1964, sendo destinado a homens, ao qual se seguiu o primeiro cursilho de senhoras em abril do ano seguinte.

Verifique também

Setor da Catequese da Diocese do Algarve reuniu com responsáveis vicariais para avaliar o ano

O Setor da Catequese da Infância e Adolescência da Diocese do Algarve reuniu no passado …

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.