Pub

Segundo a informação contida nesta carta, a marcação das próximas eleições desta associação está dependente dos resultados de uma auditoria externa realizada às contas da direção, por iniciativa de Álvaro Viegas, presidente da Assembleia Geral, e pelo Conselho Geral, presidido por Carlos Martins.

Segundo o documento enviado, "as situações de conflito agudizaram-se nos últimos meses, (…) com a demissão do presidente do Conselho Fiscal da ACRAL, Sr. Álvaro Rodrigues, em virtude da direção presidida pelo Sr. João Rosado, não ter satisfeito os pedidos de cedência de documentos que permitissem analisar as contas da associação (…) e emitir parecer sobre o Relatório e Contas do exercício de 2011 e Orçamento para 2012."

Os mapas de dívidas a fornecedores, dívidas ao fisco e à segurança social, cópia dos extratos dos cartões de crédito atribuídos a dirigentes e funcionários desde o início do mandato foram alguns dos documentos solicitados pelo Conselho Fiscal.

Conceição Branco espera que a auditoria externa e o empenho do presidente da Assembleia Geral promovam o saneamento das contas da ACRAL e o apuramento de responsabilidades.

Pub