Breves
Inicio | Política | António Pina preferido pelos autarcas do PS para a presidência da AMAL. Vítor Aleixo recua.

António Pina preferido pelos autarcas do PS para a presidência da AMAL. Vítor Aleixo recua.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Uma fonte socialista disse à Lusa que a escolha dos presidentes de Câmara do PS para protagonizar a candidatura à presidência da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) recaiu no presidente da Câmara de Olhão, António Miguel Pina.

Deste facto, resultou o anúncio do presidente da Câmara de Loulé, Vítor Aleixo (PS), da retirada da sua candidatura ao cargo, alegando ter surgido um candidato mais consensual entre os autarcas socialistas.

Vítor Aleixo tinha anunciado há uma semana que era um dos candidatos à sucessão do presidente ainda em funções, Jorge Botelho, que ia tomar posse como deputado à Assembleia da República pelo círculo de Faro, mas que foi entretanto nomeado secretário de Estado da Descentralização e da Administração Local e irá integrar a partir de sábado o próximo Governo.

Em comunicado divulgado pelo gabinete de apoio ao presidente da Câmara de Loulé, Vítor Aleixo tinha considerado “haver condições para o desempenho do cargo de liderança regional”, mas agora justificou a retirada da candidatura com o surgimento de um nome mais consensual numa reunião dos presidentes de Câmara do Algarve eleitos pelo PS, mas sem revelar quem.

“No decurso da referida reunião, o autarca de Loulé, tendo verificado que de entre os seus colegas surgiu uma outra candidatura, decidiu retirar a sua, de modo a contribuir para uma solução que fosse o mais consensual e abrangente possível”, pode ler-se no comunicado no qual a Câmara de Loulé anunciou a retirada da candidatura do presidente do município à liderança da AMAL.

O até aqui presidente da AMAL e da Câmara de Tavira, Jorge Botelho, suspendeu ambos os mandatos para integrar o terceiro lugar nas listas do PS para as eleições legislativas, numa altura em que já não se podia recandidatar à autarquia, por ter atingido o limite legal de três mandatos.

Enquanto Jorge Botelho teve o mandato suspenso, o presidente em substituição da AMAL foi Osvaldo Gonçalves, vice-presidente e presidente da Câmara de Alcoutim, uma das 10 autarquias do Algarve que são lideradas por executivos de maioria socialista, num universo de 16, contra cinco PSD e uma CDU.

A votação do novo presidente deverá ser um dos pontos na ordem de trabalhos do próximo Conselho Intermunicipal, órgão que habitualmente se reúne na primeira sexta-feira de cada mês, disse fonte da AMAL.

Contudo, como a primeira sexta-feira do mês de novembro coincide com um dia feriado (1 de novembro), a reunião pode ser antecipada para o dia 31 de outubro, ou realizar-se na semana seguinte, acrescentou.

com Lusa

Verifique também

Câmara de S. Brás de Alportel aprova orçamento de 13,5 milhões de euros para 2020

A Câmara de São Brás de Alportel aprovou um orçamento municipal de 13,5 milhões de …