Pub

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

A vigararia de Faro (circunscrição eclesiástica da qual fazem parte várias paróquias) seguiu a proposta apresentada no encontro de formação do clero algarvio em outubro passado e também está estudar a exortação apostólica Evangelii Gaudium (A Alegria do Evangelho) do Papa Francisco.

O primeiro encontro da “Escola de Leigos”, sob o tema “ A Alegria do Evangelho enche a vida”, realizou-se na última segunda-feira à noite na Sé de Faro, contou com 108 elementos oriundos das paróquias que constituem aquela vigararia e deteve-se nos números 1 a 18 do documento, tendo sido orientado pelo padre Pedro Manuel.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

A metodologia da formação inspira-se no método de revisão de vida “Ver, Julgar e Agir” da Ação Católica Portuguesa, uma espiritualidade laical muito presente no país entre 1940 e 1961 que os documentos pré-conciliares e do Concílio Vaticano II também ajudaram a viver.

A exortação apostólica é dividida em 10 temas que são preparados pelo CEFLA – Centro de Estudos e Formação de Leigos do Algarve, a entidade da Diocese do Algarve que promove esta formação e que os entrega às vigararias para serem trabalhados mensalmente. Cada encontro mensal, com a duração mínima de duas horas, inclui um trabalho de casa prévio de cada um dos participantes que passa pela leitura dos números indicados da exortação e pelo preenchimento de uma ficha com os trechos que mais lhe chamaram a atenção, as passagens onde teve dúvidas e, por fim, as conclusões pessoais para a vida. Na sequência deste trabalho individual, faz-se um trabalho de grupo no encontro mensal e a sessão conduz os formandos à ação, terminando com um momento celebrativo de oração.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

Esta formação mensal, com início sempre pelas 21h, embora aberta a todos os que queiram nela participar, destina-se sobretudo àqueles que têm responsabilidades paroquiais.

Esta iniciativa vem assim responder ao que é pedido no programa pastoral da Igreja algarvia para este ano de 2014/2015. O documento, para além de exortar a que, a nível vicarial, se dê “continuidade à Escola de Leigos”, sugere ainda que, a nível diocesano, se possa “elaborar uma grelha de leitura da Exortação «A alegria do Evangelho» que proporcione o seu estudo a nível paroquial e/ou vicarial com grupos constituídos com este objetivo”.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

O próximo encontro, subordinado ao tema “Uma Igreja em estado de saída” sobre os números 19 a 49 e que será igualmente orientado pelo padre Pedro Manuel no mesmo local, está agendado para o dia 9 de fevereiro.

Segue-se no dia 9 de março no mesmo local, o terceiro encontro orientado pelo frei Paulo Ferreira sobre os números 50 a 75, tendo como tema “Desafios da cultura atual”.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

No dia 13 de abril, a formação segue para o Centro Paroquial de Olhão, sendo orientada igualmente pelo frei Paulo Ferreira sobre os números 76 a 109 com o tema “Desafios e propostas para os agentes de pastoral”. No dia 15 de junho, no mesmo local, o padre Rui Guerreiro apresentará o tema “Palavras que fazem arder os corações” sobre os números 135 a 159 do documento.

Depois da interrupção de verão, a “Escola de Leigos” será retomada no dia 21 de setembro na paróquia de São Brás de Alportel já no ano pastoral 2015/2016, com o tema “Anunciamos o amor de Deus nas nossas vidas”, orientado pelo padre Miguel Neto sobre os números 160 a 175 da exortação. O mesmo sacerdote orientará no mesmo local o encontro de outubro, no dia 19, sobre a temática “O lugar privilegiado dos pobres e frágeis da terra” referente aos números 176 a 216.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

Ainda na paróquia de São Brás de Alportel realizar-se-ão os dois últimos encontros formativos: o primeiro no dia 19 de novembro deste ano, orientado pelo cónego César Chantre sobre os números 217 a 258 com o tema “Trabalhamos pela Paz”, e o segundo no dia 14 de dezembro, orientado pelos padres Pedro Manuel e Rui Guerreiro sobre os números 259 a 288 com o tema “Evangelizadores e missionários com o Espírito”.

A “Escola de Leigos” da vigararia de Faro prevê realizar ainda um posterior encontro conclusivo desta temática e promotor da escola vicarial de leigos para 2016.

Pub