Pub

A paróquia de Budens tem, desde o passado domingo, novo pároco, nomeado a semana passada pelo bispo do Algarve.

Foto © Migaça Marques

A paróquia inclui as comunidades do Burgau, Figueira, Salema e Vale de Boi e o padre José Chula acumulará com as de Raposeira, Sagres e Vila do Bispo, de que já é prior desde 2018.

Foto © Migaça Marques
Foto © Migaça Marques

A nomeação do bispo diocesano foi motivada pela reestruturação da comunidade no Algarve dos sacerdotes da congregação do Santíssimo Redentor (redentoristas) que incluiu o regresso do padre Eugeniusz Fasuga, coordenador da comunidade de Lagos desde 2019, ao seu país natal, a Polónia.

Foto © Migaça Marques

Isso mesmo fez questão de explicar o bispo do Algarve no início da celebração, na igreja de Budens, em que decorreu a tomada do padre José Chula. “A dificuldade motivada pelo regresso do padre Eugénio à Polónia impossibilitou dos padres redentoristas poderem continuar a prestar o mesmo serviço que prestavam até aqui”, afirmou D. Manuel Quintas.

Foto © Migaça Marques
Padre José Chula • Foto © Migaça Marques

Os sacerdotes redentoristas são ainda responsáveis pelas paróquias de Santa Maria e São Sebastião de Lagos, Barão de São João, Barão de São Miguel, Bensafrim, Luz de Lagos e Odiáxere e o padre Abílio Almeida continuará a apoiar a comunidade do Burgau.

A tomada de posse do novo prior decorreu no início da eucaristia com a leitura da provisão de nomeação, a profissão de fé do pároco com o juramento de fidelidade ao colégio presbiteral, ao bispo, ao papa e a toda a Igreja, a entrega simbólica da chave da igreja e a leitura e assinatura do auto de posse (ata).

Foto © Migaça Marques

Depois da homilia, o novo pároco fez a renovação das promessas sacerdotais. “É com ânimo da minha parte que inicio esta nova missão, mas espero também que seja com ânimo da vossa parte, que me recebem, para que sejamos capazes de ir dia a dia pondo em prática aquilo que hoje o evangelho nos pedia: sermos todos trabalhadores da vinha do Senhor”, afirmou o padre José Chula no final da eucaristia.

Foto © Migaça Marques

Da comunidade redentorista, o padre Silvério Rato, que até agora era o responsável na paróquia, considerou o novo pároco “um grande dom que a diocese dá à paróquia de Budens”, mas também disse ser tempo de “dar graças ao Senhor” pelo trabalho ali realizado pelos missionários redentoristas ao longo de quase 51 anos.

com Migaça Marques

Foto © Migaça Marques
Pub