Breves
Inicio | Economia | Quatro dos doze restaurantes portugueses distinguidos com estrelas no Guia Michelin 2014 são algarvios

Quatro dos doze restaurantes portugueses distinguidos com estrelas no Guia Michelin 2014 são algarvios

Guia_michelinDoze restaurantes portugueses foram distinguidos na edição de 2014 do Guia Michelin, depois de um espaço em Almancil ter perdido a estrela, outro em Lisboa a ter recuperado e um em Montemor-o-Novo a ter recebido pela primeira vez.

A edição 2014 do Guia Michelin Espanha e Portugal foi ontem apresentada no Museu Guggenheim da cidade basca Bilbau, em Espanha, perante uma plateia de ‘chefs’, críticos de gastronomia e jornalistas da Península Ibérica.

À semelhança da edição deste ano, o Guia Michelin Espanha e Portugal de 2014 volta a destacar com duas estrelas (“mesa excelente, merece o desvio”) o restaurante Ocean, ‘comandado’ por Hans Neuner em Lagoa, e o Vila Joya, chefiado por Dieter Koschina em Albufeira.

No próximo ano, oito restaurantes mantêm a estrela Michelin (“muito bom na sua categoria”): Willie’s (Vilamoura), Henrique Leis (Almancil), Il Gallo d’Oro (Funchal), Casa da Calçada (Amarante), Fortaleza do Guincho (Cascais), The Yeatman (Vila Nova de Gaia), Feitoria e Belcanto (ambos em Lisboa).

Em relação à edição de 2013, a Michelin retira a estrela ao restaurante São Gabriel, em Almancil, chefiado por Leonel Pereira, e atribui a distinção pela primeira vez ao restaurante L’And Vineyards, em Montemor-o-Novo, liderado por Miguel Laffan.

Outra novidade na edição do próximo ano é o regresso da estrela Michelin ao restaurante Eleven, em Lisboa. O espaço, comandado pelo ‘chef’ Joachim Koerper, tinha perdido a distinção internacional no guia de 2012.

Em Espanha, o Guia Michelin atribuiu um total de 174 restaurantes: oito com três estrelas (a novidade em 2014 é a terceira estrela para o madrileno Diverxo), 20 com duas (dois novos) e 146 com uma.

Em comparação com a edição de 2013, que distinguiu 159 espaços espanhóis, um total de oito perdem a estrela e 23 ganham.

Criado no início do século XX para ajudar os viajantes nas suas deslocações, o Guia Michelin é hoje considerado uma referência mundial na qualificação de restaurantes. Portugal entrou no roteiro em 1910, mas as primeiras estrelas só chegariam em 1974.

Os inspetores do guia valorizam “a qualidade dos produtos, o ponto de cozimento, os sabores, a criatividade, a regularidade da cozinha e a relação qualidade/preço.

Verifique também

Algarve é a terceira região do país com maior taxa de “privação material severa”

O Algarve é a terceira região do país, logo a seguir às regiões autónomas dos …