Pub

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

A diminuição de fiéis nas eucaristias e os apelos do Papa Francisco de uma Igreja em saída que vá ao encontro das periferias tem levado os membros do Caminho Neocatecumenal a ocuparem cerca de 10 mil praças de cidades de 120 países desde o dia 27 de abril para anunciarem a fé cristã em Jesus ressuscitado e a estimularem a aproximação à Igreja.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

O Algarve associou-se pelo segundo ano a esta iniciativa, denominada “Grande Missão” – nascida no contexto do Ano da Fé (de novembro de 2012 a outubro de 2013), proclamado pelo Papa Bento XVI –, que está a decorrer nos cinco domingos depois da Páscoa, estendendo-se, por isso, até ao próximo dia 1 de junho.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

Em Faro, por exemplo, o encontro tem decorrido nos domingos à tarde, sempre pelas 16h, no relvado junto ao Forum Algarve, sendo composto por salmos, testemunhos e pregações centradas nos conteúdos básicos da fé (querigma), mas também pelos cânticos e danças de inspiração hispânica, típicas daquele itinerário de iniciação cristã criado em Espanha.

A presença interpela os transeuntes que são também contactados diretamente com uma proposta para que possam conhecer melhor a iniciativa e os seus objetivos.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

“Quem é Deus para ti?”, “Quem és tu? Para que vives?” ou “O que é a Igreja? Queres ser ajudado por uma comunidade cristã?” são alguns dos temas que têm sido e que continuarão a ser abordados.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

O Caminho Neocatecumenal nasceu há 50 anos em Espanha, por iniciativa do pintor e músico Kiko Argüello e da missionária Carmen Hernández e é reconhecido pela Igreja Católica como um itinerário de formação católica válido para a sociedade e os dias de hoje.

Pub