Breves
Inicio | Economia (página 20)

Economia

Turismo mantém ligação fluvial entre Portugal e Espanha após ponte sobre Guadiana

A travessia fluvial na fronteira luso-espanhola entre Vila Real de Santo António e Ayamonte perdeu importância quando a ponte internacional sobre o Guadiana abriu e criou uma alternativa à travessia do rio, mas mantém-se em atividade devido ao turismo. Quase três décadas após a abertura da ponte, em 1991, ainda é possível viajar de “ferryboat” entre as localidades fronteiriças de …

Ler mais »

Ocupação hoteleira no Algarve desce quase 10% em abril

A taxa de ocupação hoteleira no Algarve desceu 9,7% em abril, face a 2017, quebra associada ao facto de a Páscoa ter coincidido com o dia 01, o que influenciou negativamente, indicou ontem a AHETA. “A Páscoa justifica a grande quebra de turistas nacionais e espanhóis neste mês”, lê-se no comunicado divulgado hoje pela Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos …

Ler mais »

Contas do exercício de 2017 aprovadas pela Assembleia Municipal de Faro

A Assembleia Municipal de Faro aprovou na sexta-feira as contas municipais relativas ao exercício de 2017, que apresenta um saldo de gerência de 4,4 milhões de euros e “consolida o trajeto de recuperação” económica, anunciou hoje a Câmara algarvia. A autarquia sede do distrito de Faro destacou num comunicado o valor do saldo de gerência e as “taxas de execução …

Ler mais »

Câmara de Portimão obtém resultados financeiros positivos e dispensa última tranche do FAM

A Câmara de Portimão obteve em 2017 os “melhores resultados económico-financeiros da sua história”, o que lhe permite dispensar a última tranche de 19 milhões de euros do Fundo de Apoio Municipal (FAM), foi hoje anunciado. “As contas que iremos prestar em breve em sessão de Assembleia Municipal apresentam os melhores resultados de sempre, com um resultado líquido de mais …

Ler mais »

Aumento da intensidade turística menos positivo no Algarve do que em Lisboa

Lisboa e Algarve têm previsões de aumento da intensidade turística de 33% e 25% até 2020, respetivamente, mas se na capital portuguesa esse crescimento é “positivo”, na região algarvia causa “mais pressão” sobre os recursos, alertou na terça-feira um investigador. Luís Nobre Pereira é professor na Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo da Universidade do Algarve (UAlg) e coordenador …

Ler mais »